[ editar artigo]

Amigo do Peito - Uma Carta

Amigo do Peito - Uma Carta

Meu Querido Amigo,

Sei que a nossa relação esteve abalada por um tempo. Não tive a intenção de te magoar, mas se assim o fiz, me perdoa...

Sei que às vezes reclamo, penso que não me entende, mas confesso que outras vezes sou eu quem acabo não te entendendo. Desculpa por isso. E saiba que, no fundo, eu não duvido de você e da sua fidelidade. Você já me provou isso.

Sei que geralmente te procuro apenas quando preciso. Não quero mais ser egoísta: quero ser grata por me atender, ainda que eu não faça por onde ser atendida.

Sei que deveria ter mais consideração pelas coisas que já me ensinaste. Em muitas ocasiões eu falo de você para as pessoas, mas nem sempre eu falo de dentro pra fora. Me perdoa por falhar com você!

Sei que sou pequena demais para compreender as broncas que me dá, mas sua conduta comigo sempre me dá força para que eu me sinta grande. Você tem o poder de colocar à minha disposição o caminho mais seguro, ainda que às vezes eu não dirija com prudência.

Sei que quando as outras amizades são colocadas à prova, é a sua que sobressai e me garante que toda a aflição vai passar. E ela passa mesmo. Porque você sabe de todas as coisas, impressionante como você nunca erra!

Sei que me ama e não me julga, mesmo conhecendo cada mínimo detalhe meu. Sei que por mais que eu me esqueça de tua lealdade, você continua ali provando que vale a pena estar comigo de forma integral. Assim como vale a pena carregar sua imagem na bolsa, na mente e no coração.

Sei que você escuta mais a mim do que eu a você. Me desculpa por isso, amigo! Às vezes eu falo demais, sem pensar. Mas sei também que em outras vezes, eu silencio quando deveria te dirigir a palavra. Sou tão inconstante, mas você sempre me entende. Um amigo como você todos deveriam ter.

Sei que de vez em quando pareço não confiar em ti completamente, mesmo que você nunca tenha feito por merecer essa desconfiança tola, pelo contrário. Mas reconheço que ao me permitir confiar minhas lamúrias, desejos e preocupações, é o seu toque que me acalenta e me encoraja a persistir. Além do mais, nossas confidências são apenas nossas, temos um ao outro e não há mais ninguém.

Sei que você vem mais em minha casa do que eu à sua, mas pretendo visitá-lo com mais frequência, pois na sua casa eu me sinto à vontade e recebida de braços abertos. É um gesto acolhedor!

Sei que eu deveria me engajar mais em tudo o que diz respeito a você, mas me conforta saber que você não cobra de mim além do que dou a ti, que você respeita meu modo de encarar nosso vínculo e que me estimula sempre a dar um passo de cada vez em direção ao melhor de mim mesma.

Você é um amigo verdadeiro e eu sou fiel a ti, apesar de todas as minhas falhas. Fui criada assim e sei que não preciso te explicar muita coisa... Você sabe. Sempre soube.

Obrigada por me proteger, por me amar incondicionalmente e por tantas vezes ser a fonte da minha salvação. Eu te amo, Jesus!

Com carinho, 

sua amiga, irmã e seguidora...

CPlay
Rafaella Ventura
Rafaella Ventura Seguir

Escritora, sonhadora e uma eterna aprendiz. Deus é a minha fortaleza. Ele me capacita; e nos meus textos, faz-me depositar todo o meu ser.

Ler conteúdo completo
Indicados para você