[ editar artigo]

A Beleza no caminho.

A Beleza no caminho.

A Beleza habita em uma linha tênue entre o fútil e o essencial. E o modo como o nosso cérebro identifica o que é belo ou não é um mistério e uma forma muito individual de contemplação.

É comum ver  pessoas, que influenciadas pela mídia e pelos padrões sociais, desenvolvam um conceito desequilibrado a respeito da beleza. Estudos mostram que, para algumas pessoas, a aparência é o fator mais importante no conceito que elas têm sobre si mesmas e nessa visão distorcida sobre a beleza, revela que muitos deixam de lado pontos extremamente importantes como o conhecimento, a oração, os dons, o que somos realmente por dentro. Mas no extremo contrário, vemos pessoas que não consideram a importância da beleza como um dos pilares da vida e negligenciam a estética no cotidiano, se esquecem de contemplar o que está a nossa volta, o que está em nós mesmos, fazendo da vida um movimento automatizado, prático. 

Atentar-se a beleza ao redor é se aproximar da face bela de Deus. É nos mantermos sempre em conexão com o que há de mais elevado dentro de nós. É ser artista da vida real, reconhecendo, criando, recriando e transformando o dia a dia em um espaço de beleza constante e portanto, mais próxima do Grande Artista.

Somos corpo, alma e espírito. Somos completos e para tanto é necessário cuidar do todo sem distinção. Reservar um tempo para cuidar do corpo, da beleza, da matéria, é preciso e nos faz bem, apenas considere o equilíbrio necessário entre eles e saberá dosar as medidas.

O autocuidado é um caminho de autoconhecimento, é um processo de atenção com a beleza que somos, que temos, que devemos respeitar e ai então será possível oferecer, multiplicar a partir dela e deixar ela iluminar todos a sua volta.

Se contemplo a beleza, já estou na presença de Deus.

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você